Iara L. Camaratta Anton

Homem e Mulher – seus vínculos secretos – ARTMED/GRUPO A

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Houve uma época

Em que éramos apenas sonhos.

Enquanto sonhos,

Habitávamos o corpo e a mente de nossos pais,

Vagos, imprecisos em nossas formas,

Em nosso vir-a-ser.

 

Dentre tantos sonhos que se foram,

Este sonho foi pinçado pelo destino,

Em um momento mágico,

No qual o que estava preso desprendeu-se,

Deslocou-se,

Encontrou-se,

Fundiu-se,

Modificou-se,

Aninhou-se,

Desenvolveu-se,

Até o ponto em que novamente lhe foi possível

Desprender-se,

Deslocar-se,

Encontrar-se,

Fundir-se,

Modificar-se,

Aninhar-se,

Desenvolver-se,

Desprender-se…

 

… Em um ciclo que se repete

Enquanto a vida durar,

Para que a vida permaneça viva e livre.

 

Assim somos nós,

Que tivemos a ventura de nascer

E de aqui estar:

Para podermos alçar o vôo

Necessitamos estar ligados.

E, para seguirmos confortavelmente ligados,

Precisamos ser capazes de estarmos sós,

Cientes e confiantes em nossa unidade

– unidade em comunhão –

> Saiba mais sobre este livro aqui