CONFIANÇA

SÍNTESE DOS TÓPICOS A SEREM DISCUTIDOS NO CURSO SOBRE “INTIMIDADE, APEGO E CONFIANÇA”

com IARA L. CAMARATTA ANTON, em POA, 31/03/17 e 01/04/17

Que relação, de causa e consequência, pode haver entre intimidade, apego e confiança? O que faz com que pessoas que nem nos conhecem confiem em nós, terapeutas, a ponto de nos procurarem para o compartilhamento de seus principais dilemas, em áreas de maior vulnerabilidade? O que nos torna dignos de tal confiança? De que modo os laços terapêuticos repercutem na vida e nos relacionamentos de quem conta conosco na eterna busca de si mesmo? Em nossos tempos, confiar é possível?

 

- Confiança, em que consiste? Confiança em excesso, significados e razões de ser. Desconfiança, prudência ou paranoia?

- O desenvolvimento da confiança básica e da autoconfiança, segundo Erikson.

- Os riscos calculados como frutos de saúde mental, de força do ego e de inteligência emocional.

- As linguagens analógica e digital fornecendo indícios de confiabilidade – ou não.

- Ciúme normal e patológico.

- Limitações na interpretação de sinais e na condução de si mesmo, a serviço de ingenuidade, impulsividade e falta de autocontrole.

- Confiança em terapia:

a) a confiança entre paciente e terapeuta;

b) a formação da aliança de trabalho;

c) investimento de confiança no vínculo conjugal.

d) intimidade, apego e confiança.

 

Bom curso!