Muitas vezes o casal apresenta dificuldades sexuais e percebemos que o problema esta no relacionamento. O que você pode sugerir para esses casais? A terapia de casal pode ajudar?
Um dos fatores mais desgastantes para a vida sexual do casal está na monotonia do cotidiano, na falta de investimento em si mesmo e na relação. Une-se a isto a existência de conflitos – de conflitos internos (em grande parte, inconscientes) e de conflitos com o próprio parceiro. Estes tornam-se particularmente desgastantes, quando geram auto-acusações, acusações mútuas e ressentimentos.
O relacionamento sexual apresenta-se como cenário ideal para que nossas fantasias e nossos sentimentos sejam atuados. Daí surgem inúmeras disfunções, tais como inibições de desejo, anorgasmias, ejaculações precoces ou retardadas, diferentes graus de impotência…
O que acontece com um ser humano dificilmente pode ser atribuído a uma única razão ou ser solucionado através de um único recurso, pois realmente somos “um todo bio-psico-social”. Assim, dentre outros recursos possíveis, as psicoterapias individual e de casal encontram-se entre as oportunidades de primeira linha.

Estas constituem-se em espaços de reflexão, de encontro consigo mesmo e com o parceiro, de um significativo aumento na intimidade física e psíquica, traduzindo-se através de um maior reconhecimento em relação às individualidades de ambos, um maior respeito em relação a diferenças e divergências, um aumento e um aprofundamento das zonas de afinidade, cumplicidade e prazer.